Tratamento colposcopia e de colo do útero … 3

Tratamento colposcopia e de colo do útero … 3

Tratamento colposcopia e de colo do útero ... 3

  • Câncer invasivo pré-clínico REFERÊ-se Ao Câncer Cedo cervical, com o Mínimo de Invasão estromal, MUITAS vezes Clínicos sem quaisquer síntomas OU Sinais.
  • Como uma Invasão estromal PROGRIDE, a Doença Torna-se clinicamente Evidente, Revelando Vários Padrões de Crescimento visíveis sem especular Exame.
  • Histologicamente 90-95% dos cânceres cervicais invasivos São cancros de Células escamosas; adenocarcinoma constitui Menos de 5% de dos cancros do colo do útero na maioria dos Países em Desenvolvimento.
  • O Sistema de estadiamento Mais amplamente Utilizado Para o Cancro do colo do útero invasivo E baseada no * Tamanho do tumor e uma PROPAGAÇÃO da Doença Dentro da vagina paramétrios, bexiga urinaria, distantes e recto Órgãos.
  • Estágio clínico da Doença na Apresentação E o Único Mais Importante preditor de Sobrevivência de Câncer invasivo do colo do útero.

Mulheres com Câncer invasivo do colo do útero, MUITAS vezes Presente com hum UO Mais dos seguintes síntomas: sangramento intermenstrual, hemorragia pós-coito, Mais Pesados ​​Fluxos menstruais, corrimento seropurulenta excessivo, secreção com mau cheiro, Recorrente cistite, Frequência e Urgência urinaria, dor nas Costas e dor abdominal inferior. Em Estágios AVANÇADOS, OS PACIENTES PODEM apresentar falta de ar devido uma grave anemia, obstrutiva uropatia, edema de: Membros Inferiores, hematúria, Obstrução intestinal e caquexia. Exame Revela vaginal especular hum Crescimento ulceroproliferative na maioria das Mulheres.

Em Fases Muito precoces da Invasão estromal, Cancro do colo do útero NÃO PODEM Gerar quaisquer síntomas evidentes OU Características Clínicas, e, Por conseguinte, E Conhecido como Doença invasiva pré-clínico. A Mais Antiga forma de Câncer invasivo de e histologicamente reconhecido Como carcinoma microinvasivo: cancros that invadiram NÃO Mais que cinco milímetros de profundidade e 7 milímetros de Largura PARA O estroma subjacente cervical. Cedo cancros invasivos aparecer Como hum Pequeno Botão de Células invasivas Que tenham penetrado atraves da membrana basal e empurrado parágrafo Dentro do estroma subjacente (Figuras 3.1e 3.2 ). Evidência de reacção à Invasão estromal soluçar uma forma de Recolha linfocítica localizada OU afrouxamento do estroma circundante da Invasão PODE TAMBÉM Ser evidenciados.

Como uma Invasão estromal PROGRIDE, a Doença Torna-se clinicamente óbvia, com Vários Padrões de Crescimento, that MUITAS vezes São visíveis não especular Exame. lesões precoces Muito PODE se apresentar Como hum Aspero, avermelhada, área granular that sangra Ao toque (Figura 3.3 ). Mais cancros AVANÇADOS PODE Ser exofítica, endófito OU Uma Combinação de Ambos (Figuras 3.4 . Figuras 3.5 e 3.6 ). carcinomas exofíticas São geralmente superficialmente invasivo e Seu volume de Cresce Pará Dentro do lúmen Como vaginal hum cogumelo OU proliferando, abaulamento Crescimento de couve-flor com excrescências polipóides OU papilares. cancros endofíticas PODEM extensivamente infiltrar o estroma, distorcendo o colo do útero, sem Crescimento superficie Muito Visível. Estas lesões PODEM Expandir-se PARA O endocérvix deixando o epitélio escamoso do colo do útero intacto Até that como lesões exceder 5-6 cm de Diâmetro. ELES resultam em hum colo do útero em forma de barril grosseiramente alargada, irregular com hum Aspero, papilar OU granular de superficie. Tais cancros PODEM Permanecer em Silêncio Por Um Longo ritmo. Parcialmente Tumores exofíticas e endofíticos São geralmente ulcerada com profunda infiltração do estroma subjacente. Em Todos Os Tipos, sangramento Ao toque e necrose São Características Clínicas predominantes. descarga de mau cheiro also E Comum devido à Infecção anaerobia superadded fazer Tecido necrosado.

À Medida Que a Invasão continua AINDA Mais, PODE Envolver Directamente uma vagina, paramétrios, pélvica lateral, Parede, da bexiga e do recto. A da uretra devido a Doença Avançada provoca Obstrução ureteral compressão local, com hidronefrose Resultante (AMPLIAÇÃO de rins) e, em jornal Última Análise, uma renal insufficiency. linfonodo metástases Regionais ocorre juntamente com Invasão local. Câncer metastático Nos gânglios para-aórticos PODE se estender atraves da cápsula nó e invadir diretamente como raízes vértebras e nervosas. Invasão Direta dos ramos das raízes do nervo ciático causa dor nas Costas, eA Invasão das Veias da Parede pélvica e linfáticos causa DOS edema: Membros Inferiores. disseminação hematogênica Às vértebras lombares e músculo psoas PODE ocorrer sem Doença nodal. metástases distantes ocorrer tarde na Doença, geralmente envolvendo gânglios para-aórticos, pulmões, Fígado, osso e Outras Estruturas.

Histologia Invasão Cedo estromal (x40)
‘)"gt;
figura 3.1: Histologia Inicio de Invasão estromal (x40)

Histologia Invasão Cedo estromal (x10)
‘)"gt;
figura 3.2: Histologia Inicio de Invasão estromal (x10)

Câncer precoce invasivo do colo do útero
‘)"gt;
Figura 3.3: O câncer precoce invasivo do colo do útero

Câncer invasivo do colo do útero
‘)"gt;
Figura 3.4: O câncer invasivo do colo do útero

Câncer invasivo do colo do útero
‘)"gt;
Figura 3.5: O câncer invasivo do colo do útero

câncer cervical invasivo Avançado com O Crescimento ulceroproliferative
‘)"gt;
Figura 3.6: câncer cervical invasivo Avançado com O Crescimento ulceroproliferative

Histologicamente, Approximatif 90-95% dos cânceres cervicais invasivos decorrentes do colo do útero em Países em Desenvolvimento São OS cancros de Células escamosas (Figuras 3.7e 3,8 ) E 2 a adenocarcinomas São 8% (Figura 3.9 ).

Queratinizante carcinoma de Células escamosas E Composto POR Espirais Características de Células epidermóides contendo Ninhos Centrais de queratina (Pérolas de queratina) (Figura 3.7). Os núcleos São Grandes e hipercromáticos, com cromatina grosseira. pontes intercelulares São visíveis, Junto com gránulos queratoialina e queratinização citoplasmática. APENAS poucas figuras de mitose São visíveis.

NÃO queratinizante carcinoma espinocelular (Figura 3.8) Aparece Como irreguläres Ninhos, irreguläres de Células poligonais gordas invadindo o estroma cervical. PODE haver disqueratose e Pontes intercelulares. polimorfismo celular e nuclear e Mais Óbvio e figuras de mitose São Bastante numerosos. Pérolas de queratina São geralmente ausente.

Outros Tipos incomuns de carcinoma de Células escamosas incluem carcinoma de Células escamosas condilomatosa (also Chamado de carcinoma verrucoso), carcinoma de célula escamosa papilar, carcinoma lymphoepithelioma-like, e carcinoma de Células squamotransitional.

Em MUITOS PAISES em Desenvolvimento, adenocarcinoma constitui Menos de 5% de Todos os cancros cervicais. Mais frequentemente fazer that NÃO, ELE surgir nenhuma endocervical Canal do epitélio glandular. A forma Mais Comum de adenocarcinoma E o tipo de célula endocervical, Onde como Glandulas Anormais São de Diversas Formas e Tamanhos, com brotação e ramificação (Figura 3.9 ). A maioria destes Tumores São bem à moderadamente diferenciadas. Os Elementos glandulares São dispostas num Padrão Complexo. Papilas PODEM projectar-se Para Dentro do Lúmen fazer bucim e um Partir da superficie. Algumas das Células PODEM Conter hum Moderada uma grande Quantidade de mucina.

página Outros OS Tipos de adenocarcinoma incluem-tipo intestinal, adenocarcinoma de Celulas em anel de sinete, adenoma malignum, adenocarcinoma viloglandular papilar, adenocarcinoma endometrióide e adenocarcinoma seroso papilífero. carcinoma adeno inclui Tumores com Padrões de Crescimento glandulares e escamosas.

carcinoma Histologia queratinizantes Bem diferenciado invasiva de Células escamosas (x10)
‘)"gt;
figure3.7: carcinoma Histologia queratinizantes Bem diferenciado invasiva de Células escamosas (x10)

carcinoma histologia Não-invasiva queratinizante de Células escamosas (x10)
‘)"gt;
Figura 3.8: carcinoma de Células Histologia Não-invasiva queratinizante escamosas (x10)

Histologia Bem diferenciado adenocarcinoma invasivo (x20).
‘)"gt;
Figura 3.9: Histologia Bem adenocarcinoma invasivo diferenciado (x20).

FIGO estadiamento (Veja a Figura 3.10)
‘)"gt;
Tabela 3.1: FIGO estadiamento (Veja a Figura 3.10)

Um diagrama esquemático de Estágios Clínicos do Câncer invasivo do colo do útero
‘)"gt;
Figura 3.10: Um diagrama esquemático de Estágios Clínicos do Câncer invasivo do colo do útero

Tratamento e Prognóstico

mensagens Relacionados

  • O câncer cervical, diagnóstico de câncer cervical e treatment.

    4 câncer cervical. l A malignidade Mais Comum em ginecologia oncológica l Incidência: 7,8 / 100.000 l Mortalidade: 2,7 / 100.000 l Diagnóstico: biópsia l Modalidade Principal de Tratamento: Cirurgia e …

  • Tratamento do Câncer do colo do útero, Procedimentos PARA O câncer cervical.

    New Hope Medical Center descobriu that MUITAS vezes OS síntomas PODEM Ser melhorados e, eventualmente, revertida com a Nossa Cervical Cancer Treatment Alternativa. Câncer do colo do útero se DESENVOLVE sem Revestimento fazer …

  • Sinais câncer cervical, síntomas …

    Câncer do colo do útero (Foto: Take Five) Dr. Robyn Hubbard Falando Sobre Saúde Cervical Cancer Grand Rapids da Mulher Especializado Nos Serviços de Saúde Relacionados tanto com o e anormal normais …

  • Os síntomas Câncer Cervical, Tratamento … 2

    Crédito: NotarYES | o Cancro do colo do útero Shutterstock afeta 12.000 Mulheres americanas e mata 4.000 um ano Cada, de according com a American Cancer Society. Este tipo de Câncer surgir nenhuma colo do útero, o …

  • Cervical Cancer Que São o Tratamento …

    Quais São como opções de Tratamento? Como opções de Tratamento PARA O câncer cervical DEPENDE Estágio do Câncer. O câncer cervical E relativamente facil de TRATAR se para diagnosticada NUMA fase inicial ….

  • Tratamento do Câncer Cervical, síntomas …

    Por MUITOS anos, o Cancro do colo do útero foi a principal causa de morte POR Câncer Entre as Mulheres Nos Estados Unidos. No entanto, nos Últimos 40 anos, a Incidência de Câncer de colo do útero e mortes resultantes TEM …